Brasil Notícias

Cáritas Nordeste 3 conclui premiações de Concurso Literário

Yasmin Vitória Oliveira Reis, 11 anos, e Ronald Kaick Mota de Jesus, 13 anos
Estudantes premiados e o bispo Dom Ottorino Assolari

A jornada de premiações do concurso literário “Temos fome de quê?”, promovido pela Cáritas Regional Nordeste 3, encerrou no dia 29 de julho, no Centro Educacional Casa do Menor, localizado em Serrinha/Bahia. Os eventos ocorreram em cinco escolas dos estados de Bahia e Sergipe e premiou, ao todo, quinze estudantes, com idades entre 10 e 16 anos.

Cerca de 140 pessoas se reuniram no pátio da Escola do Menor, que foi cuidadosamente decorado com os diversos textos e desenhos dos estudantes participantes e com elementos que lembravam o tema do concurso.

Além de alunos/as, professores/as, familiares, equipe pedagógica e de coordenação da escola, marcaram presença no evento Dom Ottorino Assolari, bispo da Diocese de Serrinha e presidente da Cáritas Diocesana; Rodrigo Santos, diácono e professor da Escola do Menor; Irmã Liliana Berta Defrancesco, vice-presidente da Cáritas Diocesana de Serrinha; Jorge Gonçalves, diretor executivo da Cáritas Diocesana de Serrinha; Maria Izabel, representante da Secretaria Municipal de Educação de Serrinha e Josilene Passos, Cátia Cardoso e Alexsandro Siqueira, representantes da Cáritas Regional NE3.

Os textos premiados foram os de Yasmin Vitória Oliveira Reis, 11 anos, e Ronald Kaick Mota de Jesus, 13 anos. Já o desenho foi o de Gleide Ryane, 26 anos, que tem deficiência auditiva, o que expressa o caráter plural e de respeito à diversidade do concurso. Tanto eles, quanto os adolescentes e jovens das outras escolas receberam um troféu, em formato de livro e feito de cerâmica, e tiveram suas produções impressas na publicação “Você tem fome de quê?”.

A participação dos alunos deixou Dom Ottorino muito alegre: “Eu agradeço a vocês que tem esta capacidade de captar a realidade da nossa sociedade, da nossa cidade, do nosso país. Vocês foram capazes de expressar esta fome profunda que tem no coração do homem. Continuem desta forma e colaborem para satisfazer esta fome que tem no coração de todos. Muito obrigado!”, disse o bispo.

A presença dos pais, durante os eventos de premiação, também demonstrou que essa ação extrapolou os muros das instituições escolares. “Eu gostei muito da iniciativa de ter o Concurso Literário, pois onde podemos ver que as crianças estão evoluindo e fico muito grata por ter o reconhecimento de minha filha estar no primeiro lugar”, disse Blandina Silva Oliveira Neta, mãe de Yasmin Oliveira.

A diretora do Centro Educacional Casa do Menor, Sandra Regina, falou sobre o que achou dos trabalhos feitos pelos estudantes: Eles trouxeram a leitura do mundo, aquilo que eles sabem fazer, aquilo que eles vivem, aquilo que eles sentem e registraram, com a leitura da palavra, neste papel, nessa folha, nestes grandes lindos textos que vocês estão vendo. Ao participar deste projeto, vencemos nossos medos, nossas limitações. Não subestimamos nossos alunos, porque nós acreditamos muito neles”.

A Cáritas Regional Nordeste 3 também acreditou nesses adolescentes e jovens quando lançou e organizou, de novembro de 2014 a março de 2015, esse concurso, que buscou, por meio da dimensão educativa e cultural, envolver estudantes de escolas públicas, comunitárias e grupos de adolescentes acompanhados pela Cáritas, pastorais e parceiros da Bahia e de Sergipe. Mais de 2 mil pessoas foram mobilizadas e atingidas direta ou indiretamente com essa ação.

No evento de Serrinha, a Secretária Executiva do Regional Nordeste 3, Cátia Cardoso, agradeceu o empenho da Cáritas Diocesana de Serrinha, que há oito anos vem caminhando junto com o Regional NE3, no compromisso da missão da Cáritas que é de defender a vida e de assumir o projeto de Jesus Cristo na sociedade. Como a Cáritas Diocesana de Serrinha, também destacamos a parceria e o empenho dos agentes das Cáritas diocesanas de Ruy Barbosa, de Estância, de Aracaju e dos membros da Associação Semente da Esperança, de Banzaê.

A agenda de premiações chega ao fim, mas não o desejo da Cáritas Regional Nordeste 3 de continuar desenvolvendo projetos que contribuem com a valorização da educação e incentivem crianças, adolescentes e jovens a crescerem acreditando no futuro, mas refletindo sobre os desafios do presente e fortalecendo a esperança, defendendo a vida, a solidariedade e uma sociedade mais justa.

Nota: Assessoria de Comunicação Cáritas Regional Nordeste 3 com apoio de Robson Cordeiro (Cáritas Diocesana de Serrinha)

Fotos: Robson Cordeiro de Almeida (Cáritas Diocesana de Serrinha)

Adicionar comentário

Clique aqui para postar um comentário