Artigo Dom Estevam Formação Notícias

Coisas de jovens

Dom Estevam dos Santos Silva Filho

Bispo Auxiliar de São Salvador da Bahia

Referencial Juventude NE3

 

Estimados irmãos,

Iniciamos este artigo falando de sonhos. Apresentamos alguns possíveis de serem detectados em todo documento 85 (Evangelização da Juventude) de forma especial na 8ª Linha de ação: Direito a Vida.

Este breve artigo é em comemoração aos 10 anos da publicação deste documento, revendo como seus sonhos e pistas de  ações continuam atuais.

Em tempos difíceis, sobretudo para a população jovem bombardeada por uma sociedade destruidora de sonhos, cheia de desencantos e descartes, convidamos a voltar o olhar à cidadezinha de Nazaré. Cidade onde Jesus viveu sua infância, adolescência e a juventude, diga-se, com muitos sonhos e encantos, mas também perseguições. Sua família lhe trouxe muita alegria, e, ainda na primeira parte da juventude, o adolescente Jesus tornou-se o chefe da família, já que pela tradição, devido ao falecimento de seu pai adotivo José, ele assumiu importante tarefa no lar.

Eram tempos também difíceis para a família de Jesus.  O Império Romano com seus valores e culturas invadia o quotidiano de Nazaré e de parte do mundo. Porém, a Sagrada Família estava unida em um ambiente de diálogo e recíproca proteção, assim teve força para enfrentar com discernimento as perseguições. A vida ali estava preservada, desde os primeiros anos porque a mãe, Maria de Nazaré, estava centrada na firme missão de proteger a vida do filho Jesus.

Hoje vivemos culturas milhares de vezes mais poderosas e destruidoras do que na época de Cristo, mas o caminho para a preservação da vida continua o mesmo: apegar-se ao que se tem de mais precioso, o núcleo familiar, o porto seguro, a Família! Talvez não a ideal, mas a que Deus concedeu a cada um, a cada jovem. Esta por mais reduzida e complexa que seja, é, e será sempre, a melhor instituição capaz de salvaguardar o maior de todos os direitos: o direito a vida.

O Parágrafo 230 do documento 85 diz: “é necessária uma firme atuação de todos os membros da Igreja no sentido de garantir o direito dos jovens à vida digna e ao pleno desenvolvimento de suas potencialidades”.  Esta afirmação dos bispos nos faz pensar no que disse Jesus em João 10,10: “Eu vim foi para que todos tenham vida e a tenham em abundância”.

Neste mundo conectado, as parcerias, especialmente com a Pastoral da Família, podem encontrar neste expressivo documento, sobretudo na 8ª linha de ação, pistas para relevantes projetos que voltem atenção especial ao que está mais ameaçado hoje: a vida digna, principalmente da nossa juventude.

Ao contemplar a juventude de Jesus em Nazaré, nossa família diocesana e paroquial, por fidelidade ao fundador, necessita abraçar tudo o que for possível, como uma mãe boa e corajosa, para que os mesmos direitos que Jesus obteve, direito de ser feliz com seu pequeno núcleo familiar, sejam uma possibilidade a todos os jovens.

A criação de fóruns entre paroquianos e com eles encontrarem pistas de ação para acompanhamento das políticas públicas, poderá fazer a diferença e, certamente, amenizará, ao menos um pouco, os desafios aos quais não podemos assistir de braços cruzados.

A implantação do Setor Juventude, como é proposta hoje, torna-se a grande estratégia para se encontrar as devidas parcerias, cujo “foco” será sempre questões relativas aos jovens: “direitos a vida digna, educação; trabalho; lazer; renda; cultura; saúde e participação social. Tais comprometimentos nas ‘coisas dos jovens’  sejam sempre o termômetro de uma comunidade discípula missionária”.

Os sonhos propostos neste jubilar documento são sonhos que, se sonhados juntos, ajudarão a responder algumas das múltiplas necessidades de hoje, a exemplo de gerar ações que favoreçam a correta vivência da sexualidade; autocontrole diante do álcool, das drogas; educação em ética e bioética; enfim, que o sonho digno de ser ainda lido, relido e implementado seja vitorioso, pois, o sonho que se sonha junto tende a se tornar realidade.

Adicionar comentário

Clique aqui para postar um comentário

ORAÇÃO POR UM DIA FELIZ

REVISTA