Destaque Notícias Sem categoria

Consistório 2015: Papa anuncia nomeação de 20 novos cardeais

Foi anunciado pelo papa Francisco, neste domingo (04), os vinte novos cardeais que receberão nomeação no dia 14 de fevereiro. Dentre os nomeados, cinco são latino-americanos.

De acordo com o Código de Direito Canônico, os cardeais “constituem um colégio peculiar, ao qual compete providenciar à eleição do Romano Pontífice”, o papa. Dos vinte nomeados, 15 têm menos de 80 anos, podendo, assim, eleger o pontífice, em caso de novo conclave.

O consistório será realizado após um encontro com todo o Colégio Cardinalício, sobre a reforma da Cúria Romana, nos dias 12 e 13 de fevereiro. Esse será o segundo consistório do Pontificado de Francisco. O primeiro aconteceu no dia 22 de fevereiro de 2014, com a criação de 19 cardeais, dos quais, 16 eleitores.

Atualmente há 110 cardeais eleitores, dos quais menos de metade são da Europa (52), seguindo-se a América (33 – 17 do Norte e 16 latino-americanos), África (13), Ásia (11) e Oceânia (1).

O porta-voz do Vaticano emitiu uma nota a explicar que o pontífice argentino não se sente “vinculado” à tradição das “sedes cardinalícias”, motivadas por razões históricas em diversos países.

“Vemos a presença de países que nunca tiveram um cardeal (Cabo Verde, Tonga, Mianmar), de pequenas comunidades eclesiais ou em situação de minoria”, afirmou.

Novos cardeais eleitores:

– Mons. Dominique Mamberti, Arcebispo titular de Sagona, prefeito do Supremo Tribunal da Signatura Apostólica
– Mons. Manuel José Macário do Nascimento Clemente, Patriarca de Lisboa (Portugal)
– Mons. Berhaneyesus Demerew Souraphiel, C.M., Arcebispo de Addis Abeba (Etiópia)
– Mons. John Atcherley Dew, Arcebispo de Wellington (Nova Zelândia)
– Mons. Edoardo Menichelli, Arcebispo de Ancona-Osimo (Itália)
– Mons. Pierre Nguyên Văn Nhon, Arcebispo de Hanóid (Vietnã)
– Mons. Alberto Suárez Inda, Arcebispo de Morelia (México)
– Mons. Charles Maung Bo, S.D.B., Arcebispo de Yangon (Myanmar)
– Mons. Francis Xavier Kriengsak Kovithavanij, Arcebispo de Bangkok (Tailândia)
– Mons. Francesco Montenegro, Arcebispo de Agrigento (Itália)
– Mons. Daniel Fernando Sturla Berhouet, S.D.B., Arcebispo de Montevidéu (Uruguai)
– Mons. Ricardo Blázquez Pérez, Arcebispo de Valladolid (Espanha)
– Mons. José Luis Lacunza Maestrojuán , O.A.R., Bispo de David (Panamá)
– Mons. Arlindo Gomes Furtado, Bispo de Santiago de Cabo Verde (Capo Verde)
– Mons. Soane Patita Paini Mafi, Bispo de Tonga (Ilhas de Tonga)

O santo padre também nomeará cardeais, arcebispos eméritos, sem direito a voto em Conclave, que se destacaram pela caridade pastoral no serviço da Santa Sé e à Igreja.

Novos cardeais com mais de 80 anos

– Dom José de Jesús Pimiento Rodríguez, Arcebispo emérito de Manizales (Colômbia);
– Dom Luigi De Magistris, Arcebispo de Nova, Pró-Penitencieiro Maior emérito (Itália);
– Dom Karl-Joseph Rauber, Arcebispo de Giubalziana, Núncio Apostólico; (Alemanha)
– Dom Luis Héctor Villalba, Arcebispo emérito de Tucumán (Argentina);
– Dom Júlio Duarte Langa, Bispo Emérito de Xai-Xai (Moçambique).

Adicionar comentário

Clique aqui para postar um comentário