Notícias

Dom Geraldo comenta o pronunciamento do papa sobre aborto e eleições

 

 O cardeal arcebispo de Salvador e primaz do Brasil, Dom Geraldo Majella Agnelo comentou o pronunciamento do papa Bento XVI aos bispos do Maranhão, durante a visita ad limina do Regional NE 5 da CNBB. Entre os temas abordados pelo pontífice e destacados por Dom Geraldo está a valorização da vida e a importância dos católicos defenderem este fundamento do catolicismo em todos os campos da sociedade, inclusive na política.

De acordo com Dom Geraldo, a vida é um dom de Deus e ninguém pode eliminá-la Ele ainda acrescenta: “O aborto não se pode admitir de jeito nenhum, não pode ser descriminalizado, porque nenhuma criatura humana pode ser exterminada pela vontade de alguém” .O cardeal ainda lembra aos católicos que: “A igreja tem o dever de proclamar a vida e que todo cristão deve ser alguém que defende a vida”.

Por este princípio segundo o cardeal, os políticos que defendem o aborto não devem receber os votos dos cristãos. “Os governantes, os legisladores devem estar conscientes deste direito (a vida) e portanto o legislador que favorece o extermínio da vida, o aborto, ele não pode merecer um voto na eleição”. Para concluir Dom Geraldo adverte: os nossos governantes e legisladores tem o dever de agir em benefício de todas as pessoas e não de algumas apenas.”

Adicionar comentário

Clique aqui para postar um comentário