Destaque Mundo

Dom Gilson: Igreja quer ser o sinal de Cristo para os jovens

A XV Assembleia Geral ordinária do Sínodo dos Bispos, que teve como tema “Os jovens, a fé e o discernimento vocacional” foi encerrado no último domingo(28). Em entrevista ao Vatican News, um dos quatro bispos escolhidos para representar o Brasil como padres sinodais, Dom Gilson Andrade da Silva, que é o bispo coadjutor de Nova Iguaçu (RJ), afirmou que, deste tempo, o que fica “é a alegria de ter uma proposta concreta para levar à juventude do nosso tempo poder olhar para os jovens com esperança e poder contar com o protagonismo deles na missão da Igreja de hoje”, disse.

De acordo com Dom Gilson, a proposta do Documento final agradou a todos, e que foi “um caminho construído juntos, por isso o ícone de Emaus pôde de alguma forma descrever que aquilo que nós queremos é um encontro com Cristo, a chave para tudo na vida cristã”, explica Dom Gilson, “mas um Cristo que vem ao encontro na situação concreta. Por isso pudemos ampliar a nossa visão acerca do que é a realidade das juventudes no nosso mundo”. Dom Gilson destaca que no Documento final foi usado o termo no plural, uma proposta dos círculos menores, no plural para descrever essa pluralidade e diversidade das realidades das juventudes.

Outro ponto importante destacado por Dom Gilson foi sobre a necessidade de encontrar meios para traduzir “para a nossa realidade para nossos jovens esse fogo que recebemos aqui. Foi muito bonito aparecer no Documento final a presença do Espírito Santo, a ideia de um novo Pentecostes” e que as palavras do Santo Padre na sua exortação pós-sinodal serão importantes na aplicação.

No que se refere ao que levar na “bagagem” depois do Sínodo, Dom Gilson recorda da questão da escuta. Disse que pensou: “Eu como bispo, como presbítero, o que posso propor?” Recordou também que no Sínodo “foi falado da burocratização que nos faz perder um tempo precioso que poderia ser usado para a escuta dos jovens”.

“Devemos dedicar mais tempo para a escuta dos jovens ”

“Neste Sínodo impactou muito que os jovens podiam falar com liberdade, confiança, estavam juntos com a Igreja, disse o Bispo, os jovens trazem para nós a esperança do Espírito Santo”.

Mensagem aos jovens

Enfim, Dom Gilson manda uma mensagem aos jovens:

“Uma mensagem de confiança: primeiro no Cristo que na situação concreta que estão vivendo não importa qual seja, Cristo se aproxima deles e a Igreja quer ser este sinal de Cristo na vida deles e também – continua Dom Gilson – uma palavra de missão, a Igreja conta muito com vocês jovens. Neste momento concreto da história do nosso país precisamos ser testemunhas de Jesus Cristo, testemunhas de uma esperança nova, para o nosso povo especialmente para os nossos jovens. Há muitos jovens aí, pelo nosso país, pelo nosso Brasil andando pelas periferias que encontram talvez no testemunho da juventude um sentido para vida deles. Nós contamos com os jovens!”.

Com informações do Vatican News

Adicionar comentário

Clique aqui para postar um comentário