Brasil Notícias

Escolas de Sergipe sediam premiações do Concurso Literário “Temos fome de quê?”

premiacao concurso literario estancia julho 2015 (16)Dando continuidade às premiações do Concurso Literário “Temos fome de quê?”, representantes da Cáritas Regional Nordeste 3 foram até o Centro Educacional Vitória de Santa Maria e à Escola Municipal Dom José Bezerra Coutinho, localizados, respectivamente, em Aracaju e Estância (Sergipe), para realizar a culminância dessa ação. [As fotos das premiações podem ser conferidas aqui!]

Os eventos aconteceram na manhã e tarde do dia 27 de julho e contou nas duas instituições educacionais com a presença de estudantes, professores/as, equipes pedagógicas, familiares dos/as alunos/as e representantes do poder público local.

Em Aracaju, a professora Maria Lúcia de Góis, que responde pela Diretoria de Educação de Aracaju (DEA), ficou contente com o interesse dos/as alunos/as em participar de um concurso literário abordando um tema tão atual e presente na realidade brasileira. “É muito importante que a escola divulgue e estimule a participação do aluno em eventos como estes que proporcionam o jovem  se enxergar como um ser integrante da sociedade e com o poder de contribuir para transformar realidades. Os professores e alunos estão de parabéns e que mais concursos venham para desenvolver ainda o potencial do estudante”, declarou a diretora da DEA.

A satisfação estava estampada nos rostos das alunas do Vitória de Santa Maria, Geisyane Feitosa e Evellin Santos, contempladas com o prêmio.  Evellinse emocionou ao ler seu texto, que juntamente com poemas e desenhos de outros adolescentes e jovens, foi publicado em um material, intitulado “Você tem fome de quê?”, que foi sistematizado pela Cáritas Regional Nordeste 3. “Sempre gostei muito de ler e quando soube do concurso falei para minha professora que queria participar. Tive todo o apoio e hoje estou feliz por ter sido premiada. Espero que mais colegas meus alcancem méritos assim”, disse a estudante.

A mãe de Geisyane Feitosa, dona Maria José Feitosa,também esteve presente no evento e afirmou: “Foi uma oportunidade importante para minha filha e ela vai levar para sempre essa lembrança”. Geisyane contou que gostou muito do tema da redação elogo começou a ver mais telejornais e a pesquisar na Internet para elaborar seu texto.

Maria Carneiro, professora de artes do Centro Educacional Vitória de Santa Maria e voluntária da Cáritas Diocesana de Aracaju, ficou encantada com a publicação e com a oportunidade de poder contribuir para a mobilização local de ações que buscam provocar o pensamento crítico dos adolescentes e jovens.

Na parte da tarde do dia 27, a premiação ocorreu na escola Dom José Bezerra Coutinho, reunindo no pátio toda a comunidade escolar, que vibrou juntamente com Jonh Galdino, Moniqui Lopes, Sandra Nascimento, Talisson Silva a conquista do prêmio do concurso. Além deles, as produções de Taynara Fontes e Laryssa Danielly foram classificadas.Todos os estudantes leram seus textos, com destaque para Jonh que, superando o desafio da baixa visão, gravou todo o seu poema para declamar e provocou aplausos do público.O único desenho premiado,“O engraxate”,foi o de Talisson,que explicou a sua intenção de representar o que acontece nas ruas com as crianças que não tem oportunidades, mas tem sonhos: ter uma casa, uma família, ir à escola…

A Cáritas Diocesana de Estância mobilizou a ação junto com a coordenação da instituição escolar e contribuiu com a escolha dos textos e desenho. Magnólia Vitória, presidente dainstituição, ressaltou que a Cáritas Diocesana de Estância estará sempre de portas abertas para a educação, proporcionando aos jovens oportunidades como essa, onde grandes talentos podem ser revelados.

Essa opinião também foi compartilhada pela Secretária Adjunta de Educação, Inádia Lima, que destacouo papel da Cáritas em desenvolver projetos voltados para o público infanto-juvenil e que de ações como essas podem sair futuros autores/as de livros e/ou escritores/as para contribuir com a melhoria do país.

O Secretário Municipal de Juventude e Desporto e voluntário da Cáritas Diocesana de Estância, Newiton Santos, falou de sua extensa experiência com os projetos desenvolvidos pela Cáritas e os resultados positivos que esses proporcionam para as pessoas.

Além dos municípios de Aracaju e Estância, as premiações do concurso literário já aconteceram em Ruy Barbosa e Banzaê. A última premiação está agendada para ocorrer em Serrinha/BA.

Texto: Assessoria de Comunicação da Cáritas Regional Nordeste 3

Fontes consultadas: Sites da Secretaria de Educação de Aracaju/SE e Prefeitura de Estância/SE

Fotos: Allan Lusttosa

Adicionar comentário

Clique aqui para postar um comentário