Arquidiocese Notícias

Fiéis participam da procissão do Domingo de Ramos e relembram a entrada triunfal de Jesus em Jerusalém

No próximo domingo, dia 20 de março, a Igreja inicia as celebrações da Semana Santa, com a Procissão de Ramos. Na Arquidiocese de Salvador, além das programações próprias de cada paróquia, os fiéis se concentrarão no Campo Grande, às 7h30. Após a bênção dos ramos, por volta das 8h, os católicos seguirão rumo à Praça Municipal onde será celebrada uma Missa pelo Arcebispo de Salvador e Primaz do Brasil, Dom Murilo Krieger, scj. No percurso, os participantes relembram a entrada triunfal de Jesus na cidade de Jerusalém.

Ao todo, três trios animarão a procissão. A presença da juventude na atividade é marcante, pois na entrada de Cristo em Jerusalém, os jovens eram maioria. Além disso, neste dia, o Papa Francisco realiza o Dia Mundial da Juventude que tem ressonância em todo o mundo e também em Salvador. É uma espécie de renovação do compromisso da juventude com a fé e a evangelização.

Até o Domingo de Páscoa, 27 de março, uma série de celebrações renova nos fiéis a essência da fé católica: a ressurreição. Dom Murilo preside as missas da Semana Santa na igreja de São Pedro dos Clérigos, no Terreiro de Jesus. Mas, durante todo este período acontecerão as mesmas celebrações em todas as paróquias da Arquidiocese, presididas pelos padres que animam a vida dessas comunidades. Os horários variam de acordo com a realidade de cada paróquia.

Domingo de Ramos – O Domingo de Ramos marca o fim da Quaresma – período em que a Igreja recorda os quarenta dias que Jesus ficou no deserto, antes de começar a vida pública; os quarenta dias do dilúvio; os quarenta anos de peregrinação do povo judeu pelo deserto e os quarenta dias de Moisés e de Elias na montanha.

Coleta da Solidariedade: Com o objetivo de despertar o espírito de caridade, partilha, fraternidade e de amor ao próximo, a Igreja no Brasil realiza no Domingo de Ramos – este ano dia 20 de março – um gesto concreto: a Coleta da Solidariedade, que é parte integrante da Campanha da Fraternidade. Neste dia, todos os cristãos são convidados a fazer uma doação (em espécie). O dinheiro ofertado deve ser fruto de pequenas renúncias ao longo de toda a Quaresma, como um processo de conversão pessoal.

Adicionar comentário

Clique aqui para postar um comentário