Mundo Notícias

Francisco: peçamos perdão por quem fecha as portas aos refugiados

ANSA829300_ArticoloO Papa manifestou solidariedade aos inúmeros “irmãos e irmãs” que buscam refúgio longe de suas terras. Ao recordar o Dia Mundial do Refugiado, no próximo sábado (20/06), promovido pelas Nações Unidas, Francisco disse:

“Rezemos por tantos irmãos e irmãos que buscam refúgio longe de sua terra, que buscam uma casa onde poder viver sem temor, para que sejam sempre respeitados em sua dignidade. Encorajo a obra de quem leva a eles um auxílio e faço votos de que a comunidade internacional atue de maneira concorde e eficaz para prevenir as causas das migrações forçadas. Convido todos a pedir perdão pelas pessoas e as instituições que fecham as portas a essa gente que busca uma família, que busca proteção.”

Crise

Em um relatório divulgado por ocasião do Dia Mundial do Refugiado, a organização Anistia Internacional (AI) afirmou que o mundo está vivendo a “mais grave crise de refugiados” desde a Segunda Guerra Mundial (1939-1945).

De acordo com a ONG, atualmente há 50 milhões de pessoas deslocadas forçadamente no mundo, sendo que apenas 16 milhões delas são reconhecidas como refugiadas. As piores situações estão sendo registradas na Síria, na África Subsaariana, no sudeste asiático e no Mar Mediterrâneo. Desde o início deste ano, 1800 pessoas morreram na travessia.

Fonte: Rádio Vaticana

Adicionar comentário

Clique aqui para postar um comentário