Brasil Notícias

Pastorais do Regional Nordeste 3 da CNBB celebram a força da articulação

Cáritas2Coroando uma caminhada de rearticulação da ação pastoral no Regional Nordeste 3, que já dura alguns anos, a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) realizou entre os dias 31 de julho e 2 de agosto o Encontro Ampliado das Pastorais, Organismos e Movimentos do Regional. Foram três dias de reflexão, celebração e troca de experiências. Para os 50 participantes do evento, inclusive representantes da Cáritas Regional Nordeste 3, esse é um espaço que deve ser instituído como permanente na estrutura organizativa da CNBB Regional NE3.

O início do evento foi marcado pela celebração das alegrias, conquistas e partilha das dores e inquietações da caminhada por meio da ciranda da diversidade. Na heterogeneidade dos fatos e acontecimentos das realidades nacionais e internacionais, o encontro oportunizou a reflexão sobre a qualidade da presença pública da Igreja na sociedade. E, além disso, o reconhecimento da inserção e atuação pastoral nos diferentes espaços e chamados que a realidade apresenta, porém, diante de uma conjuntura tão desafiante e violadora da vida, torna-se urgente o fortalecimento da presença pastoral dos líderes em uma ação profética e libertadora.

O momento foi também de formação e, para isso, contou com a assessoria do Arcebispo de Salvador, Dom Murilo Krieger, scj, e do bispo da Diocese de Estância/SE, Dom Giovanni Crippa. Entre os temas discutidos, destacam-se a abordagem sobre a “Visão Geral das Novas Diretrizes” e o tema “Igreja, comunhão de diversidade a serviço da missão”.O encontro contou com outras presenças importantes como a de Dom João Carlos Petrini, presidente da CNBB no Regional NE3, e de Dom Estevam dos Santos, bispo auxiliar da Arquidiocese de Salvador.

O encontro brindou a partilha da diversidade, onde os participantes saíram cheios de esperança e confiantes na capacidade da nossa Igreja de atender ao chamado do Papa Francisco: “Para a igreja do Brasil não basta um líder nacional; serve uma rede de testemunhos regionais que, falando a mesma linguagem, assegurem em todos os lugares não a unanimidade, mas a verdadeira unidade na riqueza da diversidade”.

Nota: Cátia Cardoso (Cáritas Regional Nordeste 3)

Fotos: Irmã Luciene Oliveira (Coordenação da Pastoral Catequética Regional Nordeste 3)

Adicionar comentário

Clique aqui para postar um comentário