Destaque Notícias

Projeto Levanta-te e Anda completa 10 anos

Acreditar no amor ao próximo como a ti mesmo e ter como propósito acolher com amor. Assim resume-se o Projeto Levanta-te e Anda, uma iniciativa da Ação Social Arquidiocesana (ASA), que há uma década funciona na região de Água de Meninos. O Levanta-te, como o projeto é conhecido, é uma proposta de Centro de Convivência Diurno para pessoas vitimadas pela total exclusão.

Com funcionamento de segunda a sexta- feira, das 8h às 17h, o projeto acolhe 45 pessoas em situação de rua e, anualmente, realiza mais de dez mil atendimentos. É formado desde a sua fundação por uma equipe mista, tendo presente pessoas que também viveram em situação de rua. Esta característica é uma referência do projeto, pois o atendimento se torna muito mais digno e humano, além de estimular os frequentadores do espaço à possibilidade de sair das ruas, pelo fato de reconhecerem que outras pessoas, assim como elas, conseguiram levantar-se e transformar suas vidas.

Outra característica do Levanta-te e que faz toda a diferença na vida dessas pessoas é que, além de realizar encaminhamentos para suprir as demandas de quem se encontra nas ruas, no espaço se promove interação entre seus frequentadores. Lá existe o cantinho da leitura onde são estimulados a lerem, são oferecidas atividades que promovem a geração de renda, além de espiritualidade, arte cultura, música e autocuidado.

Atualmente o projeto conta com apoio de parceiros como: CAP’s e CAP’s Ad, SESC Programa Mesa Brasil, SESC do Centro, Defensoria Pública Especializada em Direitos Humanos, Postos de Saúde do Centro Histórico, CCIDP- Centro de Convivência Irmã Dulce dos Pobres/OSID, Universidade Católica do Salvador (UCSal), Universidade Federal da Bahia (UFBA), Faculdade Social (FSBA), Fórum da População de Rua, Fórum Baiano de Combate a Tuberculose, CAMAPET (Cooperativa), Narcóticos Anônimos (NA) e o Colégio Antônio Vieira. Cada um, em sua especificidade, é um grande apoio para promover uma caminhada de dignidade à população em situação de rua.

Uma década

Em vista aos seus 10 anos, no dia 06 de abril, a equipe do Projeto Levanta-te e Anda realizará uma comemoração que pretende contar com até 100 pessoas, sendo 90% delas os que se beneficiam diretamente pelo projeto, os moradores em situação de rua. A programação será diversificada e acontecerá das 8h às 17h, iniciando com oração conduzida pela Comunidade da Trindade, café, almoço com uma tradicional feijoada, apresentações culturais, karaokê, bolo festivo, entre outras surpresas.

Animado e agradecido pela existência do projeto, Neivaldo dos Santos, 52 anos, pai de uma filha, durante três meses frequentou, todos os dias, o Levanta-te. O seu bom comportamento, convívio harmonioso com os outros acolhidos e, principalmente, a sua permanência na sobriedade o fez migrar para o acolhimento matutino e integrar as oficinas do projeto. “Para mim é uma alegria saber que o Levanta-te nos escolhe para continuarmos nos levantando, seguindo e dando rumo a nossa vida. Todos podem recomeçar e aqui é minha maior lição de vida. Quem conhece o projeto só tem a lucrar. Por isso estou muito feliz pelos seus 10 anos e tenho certeza que terão outros anos para comemorar, por que só assim outras pessoas poderão ser ajudadas”, disse Neivaldo.

Irmã Lena Ferreira, coordenadora do projeto, não esconde a sua alegria que é fortalecida diariamente quando, juntamente com a equipe, pontualmente às 13h30 abre as portas do Levanta-te para receber os moradores de rua. ”Aqui é um lugar de esperança, de acreditar no outro enquanto filhos e filhas de Deus. É uma missão que agarramos e que nos gratificamos ao vermos a persistência deles de mudar de vida, de permanecer na sobriedade e sair dos vícios e doenças que estão vulneráveis, de querer buscar ajuda. Eles chegam aqui nessa ladeira por vontade própria; eles desejam estar aqui conosco”, afirma.

Ronaldo Castro, 46 anos, pai de quatro filhos, passou por sérios problemas de depressão, se desentendeu com a família e conheceu as ruas como forma de sobrevivência. Há sete meses conheceu o Projeto Levanta-te e Anda como uma grande esperança e um novo caminho. “Não canso de falar que para mim o projeto é um presente maravilhoso que caiu do céu. Ouvi falar que existia quando precisei tirar um documento e na Defensoria Pública e me deram o endereço para que procurasse. Fiz isso e foi a melhor coisa que aconteceu na minha vida. Me encontrei, me acalmei, fui acolhido e aprendi a dar outro rumo a minha vida. Até trabalho freelancer como motorista tenho conseguido”, conta Ronaldo.

O Levanta-te e Anda não escolhe pessoas para acolher, todos que desejam ajuda, encaminhamento, escuta e dignidade podem adentrar a velha igreja na ladeira de São Francisco de Paula e por algumas horas deixam pra trás a dor, opressão e cenário caótico que é viver nas ruas.

Adicionar comentário

Clique aqui para postar um comentário

ORAÇÃO POR UM DIA FELIZ

REVISTA