Últimas Notícias

Você está aqui: Capa / Arquidiocese / 32ª edição da Caminhada Penitencial reuniu mais de 200 mil pessoas em Salvador

32ª edição da Caminhada Penitencial reuniu mais de 200 mil pessoas em Salvador

Jovens caminharam 8Km descalços, relembrando os passos de Jesus

Jovens caminharam 8Km descalços, relembrando os passos de Jesus

Pelo 5º ano consecutivo Ubaldino Bispo Bonfim, da quase paróquia Espírito Santo, acordou cedinho e seguiu rumo à Basílica Nossa Senhora da Conceição da Praia, localizada no bairro do Comércio. Com ele estavam outros jovens da mesma paróquia e de outras paróquias da Forania 7 e uma cruz que eles carregam todos os anos. E quem disse que Ubaldino e seus amigos precisam de sapatos ou de chinelos? O percurso de 8Km foi todo feito descalço.  “Resolvemos fazer de maneira mais piedosa, para nos assemelharmos ao sofrimento de Cristo, mesmo que seja de uma pequena maneira. E o gesto que a gente viu foi de repente fazer a caminhada descalços, carregando essa cruz”, contou.

Assim como ele, milhares de fiéis participaram na manhã deste domingo (19) da Caminhada Penitencial, organizada pela Arquidiocese de Salvador. Às 6h30 foram celebradas três Missas simultâneas: na matriz da paróquia Nossa Senhora das Dores – onde a Caminhada foi realizada pela primeira vez há 32 anos -, presidida pelo Arcebispo de Salvador e Primaz do Brasil, Dom Murilo Krieger; em frente à Basílica Nossa Senhora da Conceição da Praia, celebrada pelo bispo auxiliar, Dom Estevam dos Santos Silva Filho; e na matriz da paróquia Nossa Senhora dos Mares, sob a presidência do bispo auxiliar, Dom Marco Eugênio Galrão Leite de Almeida.

Logo após as Celebrações Eucarísticas, quem estava na Conceição da Praia e no Lobato seguiu em caminhada até o Largo dos Mares, onde inúmeros fiéis já aguardavam. Seis trios animaram os trajetos. “É uma graça de Deus. A cada ano aumenta a participação do povo, mostrando que todo mundo quer se unir a Cristo na caminhada Dele em direção ao Pai. Nós, então, somos um povo que caminha, mas sabemos, temos uma direção: o Senhor do Bonfim, que com braços abertos nos conduz ao Pai. Ele é vitorioso, Ele ressuscitou”, afirmou Dom Murilo.

Dom Murilo também segurou a cruz

Dom Murilo também segurou a cruz

Como em anos anteriores, duas cruzes (cada uma com seis metros de comprimento e três metros de largura foram carregadas pelos fiéis. A imagem peregrina de Nossa Senhora Aparecida também acompanhou todo o percurso.

Entre os fiéis, cadeirantes e pessoas com muletas. Este é o caso de Raimundo Alcântara dos Santos, de 79 anos. Membro da Irmandade de Nossa Senhora da Conceição da Praia, ele afirma que todos os anos participa da Caminhada Penitencial do começo ao fim. “A gente pede ao Senhor do Bonfim e Ele ajuda chegar até a Colina Sagrada”, disse.

“Esta é a primeira vez que eu participo. Eu venho com muito amor, pedindo a misericórdia de Deus, a remissão dos meus pecados e a intercessão de Nossa Senhora da Conceição da Praia, que tem protegido a mim e a minha família”, afirmou Maria Auxiliadora de Souza Pinheiro, moradora de Quixadá, no Ceará. Ela, que está em Salvador para visitar o filho, aproveitou para participar deste grande momento de penitência. “Estou muito feliz, muito grata a Deus e peço que bênçãos e graças sejam dadas a todos que estão participando aqui nessa multidão imensa, aqui louvando e agradecendo a Deus pelas misericórdias”, completou.

Gestos concretos, gestos de amor

Ao passar diante das Obras Sociais Irmã Dulce (OSID), Dom Murilo parou para abençoar e rezar com pacientes e profissionais da área de saúde que atuam no local. Um gesto emocionante repetido a cada ano. “Vocês não puderam participar da Caminhada Penitencial, mas de coração eu vou abençoá-los”, disse Dom Murilo e, logo após, abençoou os que estavam próximos ao gradil do hospital, mas também aqueles que não tiveram condições físicas e por isso não estavam ali. Assista ao vídeo:

Para manter a cidade limpa, a Pastoral Universitária (PU) reuniu jovens para realizar, por mais um ano, um gesto ecológico: Eles recolheram toneladas de garrafas pet e de copos plásticos ao longo do caminho. “Eu já bebi água três vezes hoje e todas as vezes eu procurei um agente da PU para fazer o descarte, pois eu sei que eles estão com esse gesto bonito”, contou Maria Benedita dos Santos. Todo o material  arrecadado –  mais de 20 mil garrafinhas e copos – foi entregue na Comunidade da Trindade, que trabalha com pessoas em situação de rua.

Alimentos não perecíveis foram arrecadados para doação

Alimentos não perecíveis foram arrecadados para doação

Outro gesto de amor foi realizado na manhã de hoje. Caminhões do Exército foram colocados em pontos estratégicos para receber os alimentos doados pelos fiéis. “Eu e minha irmã trouxemos dois quilos de alimentos não perecíveis. É para ajudar pessoas que precisam, tanto das Obras Sociais Irmã Dulce (OSID) quanto do Hospital Martagão Gesteira”, disse Ana Paula Brito.

Mansão da Misericórdia

Ao som do hino do Senhor do Bonfim, os fiéis subiram a Colina Sagrada, por volta das 10h. Apesar do sol forte, era possível ver pessoas entusiasmadas e que alegres chegavam à Mansão da Misericórdia.

Em frente à Basílica, Dom Murilo acolheu os fiéis ao lado de Dom Estevam e do reitor do Santuário do Senhor do Bonfim, padre Edson Menezes. A emoção, mais uma vez, tomou conta dos que ali estavam presentes quando a berlinda que levava a imagem de Nossa Senhora Aparecida chegou. Logo após uma oração de acolhida à Mãe de Jesus, a imagem foi carregada por Dom Estevam que a levou até Dom Murilo.

Na ocasião, Dom Murilo falou sobre a conversão do seu pai, que era luterano. A mãe de Dom Murilo era católica e rezou pelo marido, que passou por uma transformação e aceitou a fé católica. “Ele passou a ser um filho muito querido de Nossa Senhora Aparecida. Quando ele morreu, eu já tinha 51 anos, já era bispo, mas sempre que eu me despedia dele, ele fazia uma cruz na minha testa, como se eu fosse um filhinho pequenininho, e me dizia ‘Jesus te acompanhe e Nossa Senhora Aparecida te abençoe’”, contou.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


Cúria Metropolitana Bom Pastor - Av. Leovigildo Filgueiras, 270 - Garcia, CEP: 40.100-000 - Salvador -Ba. Tel.: (71) 4009-6666 | contato@arquidiocesesalvador.org.br
Scroll To Top