Papa recebe delegações israelense e palestina e pede orações também pela Ucrânia

Ao término da audiência geral desta quarta-feira (22), o pensamento do Santo Padre mais uma vez voltou-se para os que sofrem por causa das guerras em muitas partes do mundo, pedindo para que perseveremos na oração por estes nossos irmãos e irmãs, especialmente pelas queridas populações da Ucrânia, de Israel e da Palestina. E, como havia sido previamente anunciado dias atrás, o Papa Francisco recebeu esta manhã parentes de reféns israelenses e familiares de palestinos de Gaza.

Orem pela paz, orem muito pela paz

Não nos esqueçamos de perseverar na oração por aqueles que sofrem por causa das guerras em tantas partes do mundo, especialmente pelo querido povo da atormentada Ucrânia, de Israel e da Palestina. Esta manhã recebi duas delegações, uma de israelenses que têm parentes como reféns em Gaza e outra de palestinos que têm parentes em Gaza. Eles sofrem muito e senti como ambos sofrem: as guerras fazem isso, mas aí fomos além das guerras, isso não é guerrear, isso é terrorismo. Por favor, caminhemos avante pela paz, orem pela paz, orem muito pela paz. Que o Senhor ponha sua mão ali, que o Senhor nos ajude a resolver os problemas e não se siga adiante que acabam morrendo todos. Oremos pelo povo palestino, oremos pelo povo israelense, para que a paz venha.

Encontro com as duas delegações em diferentes momentos

O encontro do Pontífice com as duas referidas delegações deu-se em diferentes momentos. Francisco se reuniu pouco antes das 7h30, na Casa Santa Marta, no Vaticano, com doze familiares de reféns israelenses e, pouco antes das 8h, com dez familiares de palestinos de Gaza, cristãos e muçulmanos. Estavam presentes o pároco de Gaza, padre Gabriel Romanelli, e um padre grego-ortodoxo.

Fonte: Raimundo de Lima – Vatican News