Programa da visita do Papa a Verona no próximo dia 18 de maio

Arena de Verona, cartão postal da cidade que receberá Francisco no próximo mês – Foto: Vatican News

O Papa permanecerá cerca de nove horas em Verona, cidade do norte da Itália, no sábado, 18 de maio, véspera de Pentecostes, em uma visita dedicada ao tema “A justiça e a paz se beijarão”, retirado do Salmo 85. Francisco está, portanto, retornando à região do Vêneto, menos de um mês depois de sua visita a Veneza, em 28 de abril. O bispo diocesano Domenico Pompili, ao falar da chegada do Papa afirma que “Verona é terra de encontro de povos, de diálogo,de confronto e, especialmente nestes tempos difíceis, a paz pode florescer”.

Sacerdotes, consagrados, jovens e crianças

Francisco, conforme indicado no programa divulgado pela Sala de Imprensa da Santa Sé, decolará do heliporto do Vaticano às 6h30 da manhã (hora local) do dia 18 de maio e aterrissará na Praça adjacente ao Estádio Bentegodi, em Verona, às 8h. À sua espera estarão os principais líderes religiosos e políticos da cidade e da região: dom Domenico Pompili, bispo de Verona, Luca Zaia, Presidente da Região do Vêneto, Demetrio Martino e Damiano Tommasi, Prefeito e Presidente da Câmara da cidade de Verona. Imediatamente após sua chegada, haverá um traslado para a Basílica de São Zeno para o encontro com sacerdotes e consagrados, diante dos quais Francisco fará seu primeiro discurso. Logo depois, na praça, em frente à igreja, as crianças e os jovens estarão esperando o Papa, e ali o Pontífice também dirigirá uma saudação aos presentes.

O encontro sobre a paz e o encontro com os presidiários

Às 10h15, o Papa chegará à Arena, onde presidirá o encontro “Arena da Paz – Justiça e Paz se beijarão” e responderá a algumas perguntas. Ao final do encontro, Francisco se dirigirá ao Presídio de Montorio, onde será recebido pela diretora Francesca Gioieni, pelo diretor da Polícia Penitenciária, Mario Piramide, e onde cumprimentará os agentes penitenciários, os detentos e os voluntários, e em seguida proferirá um discurso. Após o almoço com os detentos, às 14h30, Francisco deixará a casa de detenção para se deslocar de carro até o Estádio Bentegodi, onde, às 15h, celebrará a missa, pronunciará a homilia e, da praça adjacente, partirá, às 16h45, para o heliporto do Vaticano, onde está previsto o pouso às 18h15.

Fonte: Francesca Sabatinelli – Cidade do Vaticano