Arquidiocese abrirá Porta da Misericórdia no Bonfim

Porta da Misericórdia que será aberta no próximo domingo, dia 13
Porta da Misericórdia que será aberta no próximo domingo, dia 13

No próximo domingo, dia 13 de dezembro, às 16h, o Arcebispo de Salvador e Primaz do Brasil, Dom Murilo Krieger, abrirá a primeira Porta da Misericórdia na Arquidiocese de Salvador. O evento será na Basílica Santuário Senhor Bom Jesus do Bonfim e contará com a presença dos bispos auxiliares, Dom Gilson Andrade da Silva, Dom Marco Eugênio Galrão e Dom Estevam dos Santos Silva Filho, de padres, religiosos e leigos.

O Ano Santo Extraordinário da Misericórdia, instituído pelo Papa Francisco, cujo lema é Misericordes Sicut Pater (Misericordiosos como o Pai) teve início no último dia 8. Nessa data foi aberta a Porta Santa, localizada na Basílica de São Pedro, em Roma, e nos dias seguintes todas as Arqui(dioceses) do mundo começaram a abrir as portas, estas chamadas de Portas da Misericórdia.

O momento será histórico para a Arquidiocese de Salvador, já que esta é a primeira Porta da Misericórdia a ser aberta. “Aqui será assim, nesse Ano da Misericórdia, o coração da Nossa Arquidiocese. Os olhos estarão voltados para cá. Haverá atendimento especial de confissão, padres para dar orientação espiritual, leigos para acolher. Nós queremos que aqui, quem vier ao longo do ano, sozinho ou em grupo, que venha para se reconciliar com Deus e com os irmãos”, disse Dom Murilo. Além da Basílica do Bonfim, será aberta mais uma Porta da Misericórdia no dia 20 de dezembro, também às 16h, no Santuário Santo Antônio de Sant’Anna Galvão (Belém de Cachoeira).

É importante ressaltar que, ao longo de todo o ano, os fiéis são convidados a fazer o ritual de passagem pela Porta da Misericórdia para obterem a Indulgência Plenária. Para isso, é necessário ter recebido o Sacramento da Confissão; assumir o compromisso de mudar de vida, vivendo de coração o amor a Deus e ao próximo; participar da Santa Missa e receber a Eucaristia de maneira devota e respeitosa; fazer uma breve peregrinação rumo a uma das Portas da Misericórdia da Arquidiocese de Salvador, como sinal do profundo desejo de verdadeira conversão; dedicar um tempo à oração e à meditação da Palavra de Deus, rezar nas intenções que o Papa traz no coração para o bem da Igreja e do mundo inteiro, concluindo com a oração do Pai Nosso, do Credo e a invocação à Virgem Maria.

Para que os peregrinos possam agendar visitas à Basílica do Bonfim e ao Santuário Santo Antônio de Sant’Anna Galvão, a Arquidiocese lançou o hotsite do Ano da Misericórdia. O novo canal de comunicação conta com espaço para o agendamento das peregrinações à Basílica Santuário Senhor Bom Jesus do Bonfim (Bonfim) e ao Santuário Santo Antônio de Sant’Anna Galvão (Recôncavo). Para conferir, é só acessar www.arquidiocesesalvador.org.br/anodamisericordia. As pessoas que não tiverem acesso à internet podem agendar as peregrinações por meio da secretaria da Basílica do Bonfim – às segundas-feiras, das 9h às 18h; às terças, quartas, quintas e sábados, das 7h às 18h; e aos domingos, das 6h às 18h – e da secretaria do Santuário Santo Antônio de Sant’Anna Galvão: de segunda a sexta-feira, das 9h às 12h e das 14h às 17h.

Além de poder agendar as peregrinações, no hotsite os fiéis têm acesso às programações dos Santuários, artigos, Decretos de Indulgências, hino do Ano da Misericórdia e notícias da Arquidiocese de Salvador e do mundo relacionadas ao Ano Santo. “Nós estamos bastante animados, o Ano da Misericórdia está sendo preparado com muito carinho e empenho. Constituímos uma equipe de coordenação geral e outras equipes que coordenarão ações específicas; estamos com programação intensa e esperando peregrinações e jubileus. Todas as informações estarão disponíveis no site, estamos num processo de conclusão e definição. Para a realização de peregrinações, cada pastoral e cada movimento podem fazer a inscrição no hotsite do Ano da Misericórdia”, disse o reitor da Basílica do Bonfim, padre Edson Menezes.

De acordo com Dom Murilo, o Ano da Misericórdia é um momento esperado por toda a Igreja e, de modo especial, pela Arquidiocese. “O Ano da Misericórdia vai ser uma graça para o mundo e para a Igreja em particular. Já temos essa experiência da misericórdia com o Santuário do Bonfim, que é um ícone de tudo o que a Igreja ensina: o coração misericordioso do Pai que nos envia o Seu Filho, o Seu Filho que nos ensina do alto da colina a Sua misericórdia, braços abertos que acolhe a todos”, afirmou.

 

Ano Santo

A Igreja deu início à tradição do Ano Santo no ano de 1300, durante o pontificado do Papa Bonifácio VIII, que previu a realização de um jubileu por século. Contudo, para permitir que cada geração vivesse, ao menos, um Ano Santo, em 1475 foi instituído um jubileu ordinário a cada 25 anos. Já um jubileu extraordinário – como o que será vivido de 8 de dezembro de 2015 a 20 de novembro de 2016 – é proclamado por ocasião de um acontecimento particular.

Até hoje, 26 Anos Santos Ordinários já foram proclamados, sendo que o último aconteceu no ano 2000. Já os extraordinários aconteceram no último século, e foram dois: em 1933 (proclamado pelo Papa Pio XI, por ocasião do 19º centenário da Redenção) e em 1983 (pelo Papa João Paulo II, pelos 1950 anos de Redenção).

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Assine nossa News

Seja o primeiro a receber nossas novidades!

Contatos

© Copyright Arquidiocese de São Salvador Bahia. Feito com por
© Copyright Arquidiocese de São Salvador Bahia. Feito com por