Arquidiocese de Salvador se uniu diante do Santíssimo Sacramento no Dia Mundial de Oração pelas Vocações

No Domingo do Bom Pastor – este ano em 21 de abril -, a Igreja também celebra o Dia Mundial de Oração pelas Vocações (DMOV). Na Arquidiocese de São Salvador da Bahia, todas as paróquias foram conclamadas a realizarem momentos de oração e de adoração ao Santíssimo Sacramento; e, no centro da cidade, o Serviço de Animação Vocacional (SAV) organizou e realizou uma programação especial no Santuário do Coração Eucarístico de Jesus, conhecido como Igreja de São Raimundo.

A maior parte do tempo, padres, religiosos, religiosas, consagrados, consagradas e leigos estiveram diante do Santíssimo Eucarístico, em momentos que intercalavam as Congregações religiosas, as Novas Comunidades, o laicato, pastorais e movimentos. Juntos, todos suplicavam ao Pastor da messe que envie bons e santos operários.

Às 11h, o bispo auxiliar da Arquidiocese de Salvador e referencial para o SAV, Dom Valter Magno de Carvalho, presidiu a Santa Missa. “Hoje é dia de contemplarmos na nossa fé o Cristo Bom Pastor: é o Domingo do Bom Pastor. O Pastor é aquele que primeiro reúne as ovelhas, protege, orienta e acolhe a cada uma. O Senhor cuida do Seu rebanho! Essa dimensão do cuidado que o Bom Pastor tem para conosco precisa cada vez mais ser rezada na nossa espiritualidade. Nós não somos ovelhas desgarradas, desorientadas, abandonadas pelo Bom Pastor: nós somos cuidados por Ele. Repito: o Senhor cuida do Seu rebanho”, disse Dom Valter durante a homilia.

Dom Valter destacou, ainda, que quem contempla o Bom Pastor tem a experiência de se sentir cuidado e amado por Ele. “O Senhor que cuida de nós, nos ajuda para que nós não nos dispersemos. O Senhor reúne as Suas ovelhas e faz com que todas caminhem com Ele. Não somos ovelhas sozinhas, somos ovelhas do Rebanho do Bom Pastor, e, como ovelhas desse rebanho, precisamos refletir e crescer na experiência de quem se coloca e se abandona inteiramente ao Bom Pastor. Na oração pessoal, eu convido que reze: Senhor, cuida de mim, eu sou ovelhas do Seu rebanho”, disse.

Mais do que ser ovelha do rebanho do Bom Pastor, cada cristão é convidado, pelo Batismo, a colaborar no pastoreio. “Todos nós também somos chamados a sermos pastores, cada um em seu estado de vida. Hoje rezamos pelo rebanho, por nós todos, mas também por cada um de nós que vivemos a missão de pastorear o povo de Deus, seguindo o modelo do Bom Pastor, Jesus, cuidando uns dos outros. Precisamos ser cuidados e precisamos cuidar. Como pastor do rebanho, vc e chamado também a ser instrumento de comunhão”, destacou Dom Valter.

Fotos: Sara Gomes