Está disponível o subsídio “Ensina-nos a rezar”, preparado pelo Dicastério para a Evangelização

“Ensina-nos a rezar”: este é o nome do subsídio preparado pelo Dicastério para a Evangelização em vista do Ano da Oração desejado pelo Papa como preparação para o Jubileu de 2025. Disponível no portal do Dicastério no momento em italiano, em breve poderá ser baixado também em espanhol, português, francês, inglês e polonês, e faz parte de uma série de ferramentas pensadas para acompanhar as comunidades cristãs e cada fiel rumo ao Ano Santo.

O livreto, cujo título é extraído do capítulo 11 do Evangelho de Lucas, é inspirado no Magistério de Francisco e pretende ser um convite a intensificar a oração como um diálogo pessoal com Deus, a fim de poder refletir sobre a própria fé e o compromisso no mundo de hoje, nas diferentes esferas em que se é chamado a viver, para que possa ser alimentado um ardor renovado para a evangelização do homem moderno. Ele também oferece indicações e conselhos sobre como viver plenamente o diálogo com Deus na relação com os outros, e está dividido em várias seções.

A oração como bússola que orienta

As páginas introdutórias da publicação recordam que “em suas catequeses, o Papa indicou em várias ocasiões como a oração é o caminho para entrar em contato com a verdade mais profunda de nós mesmos, onde está presente a própria luz de Deus, como ensinou Santo Agostinho”, e também destacam o incentivo de Francisco a “rezar com perseverança”, porque a oração constante transforma “não só a pessoa, mas também a comunidade que a circunda, inclusive onde o mal parece levar vantagem”.

“Que a oração seja, portanto, para cada cristão, a bússola que orienta, a luz que ilumina o caminho e a força que sustenta na peregrinação que levará a passar pela Porta Santa”, ressalta a introdução, que identifica a oração como um instrumento para “chegar com um coração pronto para acolher os dons da graça e do perdão que o Jubileu oferecerá”. Daí o convite a se imergir “com a oração num diálogo contínuo com o Criador, descobrindo a alegria do silêncio, a paz do abandono e a força da intercessão na comunhão dos santos”.

O subsídio dedica o primeiro capítulo ao “Ensinamento do Papa Francisco sobre a oração” e o segundo às diferentes formas de rezar. Os capítulos sucessivos são: “A oração na comunidade paroquial”, “A oração na família”, “A oração dos jovens”, “Retiros espirituais sobre a oração”, “Catequese sobre a oração”, “A oração dos claustrais”, “A oração nos santuários” e “A oração dos fiéis para o Jubileu de 2025”.

Fonte: CNBB, com informações do Vatican News