HOMILIA DE ORDENAÇÃO DE DOM VALTER MAGNO DE CARVALHO

Basílica de São José Operário – Barbacena – Arquidiocese de Mariana (MG) – 23/01/2021

(Saudações)

Nesta eucaristia, nós expressamos ação de graças a Deus pela ordenação episcopal de Dom Valter. Manifestamos o nosso louvor a Deus por ele, pela querida Arquidiocese de Mariana, a qual agradecemos profundamente, na pessoa do Sr. Arcebispo, Dom Airton, o dom precioso generosamente ofertado à Arquidiocese de São Salvador da Bahia, que terá a graça de contar com Dom Valter como bispo auxiliar. A Igreja primacial do Brasil se une à Arquidiocese de Mariana para render graças a Deus pelo imenso dom que estamos recebendo e suplicar as bênçãos de Deus para o novo bispo.

A Palavra de Deus proclamada ilumina este momento de reflexão sobre a missão episcopal. Procuremos compreender o sentido do episcopado, à luz da Palavra que ouvimos. O ministério episcopal na Igreja é belo e exigente, com tantos desafios pastorais e tarefas. Como dizer “sim” e permanecer fiel à missão que o Senhor confia?

A resposta nós encontramos na Palavra de Deus proclamada. Para lançar as redes da missão, abraçar o ministério confiado, é preciso: a fé em Jesus, manifestada na confiança em sua palavra; o esforço pessoal necessário para avançar para águas mais profundas; o trabalho conjunto para lançar as redes e compartilhar os frutos.

A primeira atitude a ser cultivada diante do chamado que o Senhor nos faz e da missão que nos confia é a fé. Fé que se expressa como confiança em Deus, que nos leva a caminhar sempre, sem jamais desanimar, nem desistir. O belo lema episcopal de Dom Valter, In Verbo tuo – Pela tua Palavra, extraído do Evangelho proclamado, resume bem esta atitude a ser cultivada, especialmente quando enfrentamos maiores dificuldades ou quando os frutos não chegam na hora esperada.  Como Simão Pedro, possamos dizer confiantes: “pela tua palavra”, lançarei as redes da missão. Apesar da fragilidade humana, apesar das dificuldades em colher frutos, lançarei as redes, continuarei disponível para evangelizar e servir. Nos momentos em que se torna dificil reconhecer os frutos da missão, ao invés de desistir, possamos escutar a voz de Jesus que nos diz:  “Avançe para águas mais profundas e lancem vossas redes para a pesca” (Lc 5,1-11).  Nos momentos em que os desafios parecerem maiores que nossas forças, possamos ouvir a voz de Jesus que nos diz: “Não tenhas medo” da missão. “Eu estarei convosco todos os dias até o fim” (cf. Mt 28).

Com Pedro, representado pelo seu Sucessor, o Papa Francisco, possamos dizer a Jesus que estamos dispostos a avançar para águas mais profundas, jamais instalando-nos na falsa comodidade da margem. Jesus prometeu estar sempre com aqueles que ele envia em missão. Confiantes na sua Palavra, nós nos dispomos a lançar as redes em situações adversas, sabendo que os frutos não dependem unicamente de nossos esforços, mas, sobretudo, da graça de Deus, de tal modo que possamos dizer,  com o Salmo 1: “É feliz quem a Deus se confia”.

O bispo, assim como tantos outros servidores da Igreja, exerce o próprio ministério sustentado pelo amor de Cristo e dos irmãos, isto é, pela graça de Deus e pela gratuidade do amor de tantas pessoas. O episcopado é dom inestimável da graça de Deus. É graça que supera nossos méritos e capacidades. O báculo episcopal costuma ser belo, artisticamente adornado, porém, pesado! Portanto, aquele que o recebe, em sua fragilidade, não teria forças para carregá-lo a não ser contando com as mãos fortes e misericordiosas do Senhor do Rebanho, com as mãos ternas de nossa Mãe celestial, a Senhora da Assunção, a Senhora da Piedade, a Senhora da Conceição da Praia. Esperando também contar com as mãos fraternas e acolhedoras dos presbíteros, diáconos, religiosos e religiosas, leigos e leigas. A missão episcopal é iluminada, animada e fortalecida continuamente pelo Espírito. O Espírito de Deus unge e anima o bispo enviado em missão, fecundando a ação evangelizadora da Igreja. Por isso, iniciamos este rito com o belo hino ao Espírito Santo e, nele, o bispo tem sua cabeça ungida com o óleo santo do Crisma.

A Palavra de Jesus, em quem nós confiamos, “in Verbo tuo”, esteja sempre presente no coração, nos lábios e na vida de cada um de nós e, em especial, na vida do bispo, chamado a ser servidor do Evangelho  Pela importância do anúncio da Palavra no ministério episcopal, a Igreja pergunta publicamente ao eleito para o episcopado se ele “quer anunciar o Evangelho de Cristo com fidelidade e perseverança” e se “quer conservar em sua pureza e integridade o tesouro da fé, tal como foi recebido dos Apóstolos e transmitido na Igreja”? A resposta “quero”, manifestada pelo eleito para o episcopado, não se reduz a uma simples palavra. Nela estão condensadas a disposição sincera do seu coração e uma tarefa imensa, que exige doação de si e sacrifícios, a cada dia.

Para ser anunciador fiel da Palavra, verdadeiro missionário, é preciso conservar sempre o coração de discípulo, continuamente disposto a aprender com o Mestre para poder ensinar. Sobre a cabeça do novo bispo, durante a prece de ordenação, é colocado aberto o Livro dos Evangelhos. O seu modo de pensar, de sentir e agir, sejam sempre iluminados pela Palavra de Deus, com a unção do Espírito Santo. Dele necessitamos para poder repetir com o apóstolo Paulo: “sei em quem coloquei a minha fé”.

São Paulo, na segunda Carta a Timóteo, apresentando-se como “anunciador, apóstolo e mestre”, recomenda a Timóteo: “Guarda o precioso depósito”. Guardar “o precioso depósito” requer fidelidade à Palavra de Deus, que deve ser anunciada e transmitida integralmente, no mundo de hoje, com coragem, sem abatimentos. Porém, São Paulo acrescenta, logo a seguir: “com a ajuda do Espírito Santo que habita em nós” (2Tm 1,6-14).

Caríssimos irmãos e irmãs, caríssimo Dom Valter, para assumir a missão que o Senhor nos confia na Igreja e por meio dela, nós necessitamos também dos irmãos e irmãos. Somos chamados a caminhar unidos, a conviver fraternalmente e a trabalhar juntos. Cada um é chamado a avançar para águas mais profundas, o que requer contínuo esforço e dedicação. “Avance”, diz Jesus a Simão Pedro. Contudo, lançar redes é tarefa coletiva, comunitária, a ser assumida em comunhão. “Lancem as redes”, diz Jesus, recorrendo à forma plural. No mundo marcado por conflitos, agressividade e divisões, nós somos convidados a compartilhar, na Igreja, a tarefa de promover a unidade, a reconciliação e a paz entre todos. Portanto, o “sim” ao convite de Jesus para avançar e lançar redes, sustentado pela graça de Deus, conta sempre também com o apoio fraterno dos que caminham conosco. Tenha certeza de contar sempre com a oração, a presença fraterna e a colaboração de tantos irmãos e irmãos. Daqueles que lhe aguardam em Salvador, com esperança e alegria. Daqueles que permanecem em Barbacena e em toda a Arquidiocese de Mariana, com amizade e gratidão.

Por fim, a cena bíblica meditada no Evangelho nos leva a olhar, de modo especial, para o sucessor de Pedro, o Papa Francisco. Aqui o fazemos com cordial afeto e gratidão, por ele rezando. Caro irmão Dom Valter, lembre-se sempre de exercer o episcopado em profunda comunhão com o Santo Padre e com o colégio episcopal, a começar do Regional da Conferência Episcopal, promovendo a unidade da Igreja e zelando pela integridade da fé.

Obrigado, de coração, caríssimo Dom Valter, por ter aceitado generosamente o ministério episcopal como bispo auxiliar em São Salvador da Bahia. Conte sempre com a proteção materna de Maria, a Padroeira da Arquidiocese de Mariana, venerada com o título de Nossa Senhora da Assunção; amada em Barbacena como Nossa Senhora da Piedade, na Bahia, venerada como Nossa Senhora da Conceição da Praia, padroeira do estado. O glorioso São José, titular desta bela Basílica, o acompanhe com sua intercessão e exemplo de servo justo e fiel do Senhor. Santa Dulce dos Pobres, “o anjo bom da Bahia” e do Brasil, cujo lema foi amar e servir, o inspire e anime no exercício do seu ministério episcopal. Seja fiel e feliz em seu ministério episcopal.

Louvado seja N.S.J.C.

 

Cardeal Dom Sergio da Rocha

 Arcebispo de São Salvador da Bahia – Primaz do Brasil

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Assine nossa News

Seja o primeiro a receber nossas novidades!

Contatos

© Copyright Arquidiocese de São Salvador Bahia. Feito com por
© Copyright Arquidiocese de São Salvador Bahia. Feito com por