Imagem jubilar foi acolhida com festa na Arquidiocese de Salvador

Da esquerda para a direita: Dom Estevam, Dom Murilo, Dom Gilson e padre Valter Ruy
Da esquerda para a direita: Dom Estevam, Dom Murilo, Dom Gilson e padre Valter Ruy

A expectativa para a chegada da imagem jubilar de Nossa Senhora Aparecida era grande, de modo especial para os devotos que lotaram o Aeroporto Internacional Luís Eduardo Magalhães desde às 15h, para aguardar o voo que só chegaria às 17h30. Para tentar driblar a ansiedade, os paroquianos de Santo Antônio de Portão e Nossa Senhora Aparecida e Santa Catarina de Sena levaram uma filarmônica.

Os devotos também recitaram o Terço enquanto aguardavam. “Para a nossa Arquidiocese é muito importante a vinda de Nossa Senhora aqui para Salvador. Sou também da paróquia Nossa Senhora Aparecida, onde muita gente já está aguardando. Para a gente é um a honra tão grande que só quem está aqui vai poder sentir esse momento”, disse o membro da coordenação do GOTH’s, Jailton Neiva.

Por volta das 18h o Arcebispo de Salvador e Primaz do Brasil, Dom Murilo Krieger, acompanhado pelos bispos auxiliares, Dom Gilson Andrade da Silva e Dom Estevam dos Santos Silva Filho, além do padre Marcos Venicius, chegaram ao saguão do aeroporto. Nas mãos de Dom Murilo estava a imagem jubilar que traz no manto as bandeiras do Brasil, de Aparecida e da Bahia.

O saguão do aeroporto ficou lotado
O saguão do aeroporto ficou lotado

“Ela vem para fazer o mesmo que fez quando foi na casa de Isabel para levar Jesus: ela nos traz Jesus, o Salvador; e ela vem aqui com um carinho especial porque a cidade tem o nome do seu filho e ela, sem dúvida, vai querer implorar muitas graças e bênçãos para este povo, esta cidade e esta Bahia que está representada aqui no manto, na bandeira da Bahia, mostrando assim que a Bahia está no manto e no coração de Nossa Senhora”, afirmou Dom Murilo.

Em meio à multidão que desejava ao menos tocar na imagem, Dom Murilo caminhou até o carro da Polícia Rodoviária Federal, onde estava a berlinda preparada para Nossa Senhora. “É um motivo de muita alegria porque nós sabemos que Nossa Senhora é a Mãe de Jesus e nossa Mãe, e sabemos também que ela intercede por cada um de nós, filhos amados de Deus”, disse a devota Madalena Rodrigues da Cruz.

Ao sair do aeroporto, a imagem foi acompanhada por uma carreata formada por 300 carros. Por toda a extensão da Avenida Paralela, até o bairro do Imbuí, era possível ver manifestações de fé e de amor à Rainha e Padroeira do Brasil. Viadutos e passarelas foram escolhidos, por estarem no alto, para abrigar fiéis que desejam estar cada vez mais próximos da imagem jubilar.

O Grupo de Oração Terço dos Homens (GOTH's) participou deste momento especial
O Grupo de Oração Terço dos Homens (GOTH’s) participou deste momento especial

Nas regiões do Bairro da Paz e do Centro Administrativo da Bahia (CAB) Nossa Senhora recebeu uma chuva de pétalas de rosas. Fogos de artifício também fizeram parte da acolhida. “Eu penso que o povo baiano mais uma vez demonstrou o seu carinho por Jesus e, particularmente, também por sua mãe, já que Jesus nos deu Maria como mãe. Essa carinhosa recepção é uma abertura de tudo aquilo que acontecerá a partir de agora. Eu tenho certeza de que aqui ela sentirá o quanto é amada, o quanto nós a dizemos que é importante para nós, o quanto nós a queremos como mãe”, afirmou Dom Murilo.

Ao chegar ao viaduto do Imbuí a berlinda foi retirada do carro da Polícia Rodoviária Federal e carregada até a matriz da paróquia Nossa Senhora da Conceição Aparecida, onde milhares de fiéis a aguardavam para a primeira Missa, presidida por Dom Estevam.

Para conferir a programação deste domingo, clique aqui!

Texto: Sara Gomes

Fotos: Catiane Leandro e Patrícia Luz

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp