Novas ameaças jihadistas aos cristãos de Jerusalém

ANSA697809_ArticoloUm novo panfleto, assinado pelo chamado “Emirado de Jerusalém”, contendo ameaças aos cristãos da Cidade Santa está circulando no bairro de Beit Hanina. O texto de um panfleto encontrado segunda-feira, 29 de junho, repete as intimidações já contidas em um panfleto difundido semana passada, que preanunciava a expulsão de todos os cristãos da Cidade Santa até o fim do Ramadã.

Diante das ameaças anticristãs contidas nos panfletos, as autoridades palestinas tiveram reações cautas e fizeram algumas alusões. Em entrevista à emissora televisiva al Arabiya, o Presidente da Autoridade Palestina, Mahmud Abbas, destacou que os mesmos foram encontrados em “áreas controladas por Israel” e se referiu às notícias correntes sobre milicianos feridos no conflito sírio e internados em hospitais israelenses: “Ao sabermos – disse Abbas – que membros deste grupo (facção islâmica al-Nusra, ndr) são curados em Israel, como devemos interpretar esta situação?”.

Também o governo da autoridade palestina, em declaração oficial, definiu como “duvidoso” o conteúdo do panfleto “que tenta prejudicar a unidade do povo e fomentar o conflito na Cidade Santa”.