Padroeiro dos funcionários públicos, São Judas Tadeu recebe homenagens em Santuário de Salvador

O Santuário Cristo Rei e São Judas Tadeu, em Salvador, está realizando celebrações em preparação à festa do santo que é padroeiro dos funcionários públicos. Até 27 de outubro, os devotos participam do novenário, que teve início no dia 19, à luz do tema “Com São Judas Tadeu, caminhar juntos para construir uma Igreja Sinodal: comunhão, participação e missão”.

O novenário tem início sempre às 19h, com exceção dos dias 22 e 23 de outubro, quando as celebrações acontecem às 17h, na Matriz (Praça Rodrigues de Menezes, s/n, Baixa de Quintas). Já no dia dedicado ao santo, 28 de outubro, o Santuário receberá a presença de fiéis durante todo o dia. Na ocasião serão celebradas Missas às 6h30, às 8h (esta presidida pelo bispo auxiliar da Arquidiocese de Salvador, Dom Dorival Barreto), às 10h, às 12h, às 14h, às 15h, e às 17h.

São Judas Tadeu

Judas Tadeu foi um dos 12 apóstolos de Jesus. Filho de Alfeu (Cleófas) e de Maria de Cleófas, São Judas Tadeu nasceu em Caná, na Galiléia, e tinha quatro irmãos: Tiago, José, Simão e Maria Salomé. Após Pentecostes, Judas Tadeu iniciou a pregação na Galiléia e, por volta do ano 50, participou do primeiro Concílio, o de Jerusalém. Evangelizou na Mesopotâmia, Síria, Armênia e Pérsia, local onde recebeu a companhia de outro apóstolo, Simão.

A pregação e o testemunho de Judas Tadeu impressionavam os pagãos, que se convertiam ao cristianismo. Por volta dos anos 70, São Judas Tadeu foi morto a golpes de cacetes, lanças e machados. Por sua total adesão a Jesus Cristo e por testemunhar a fé com a doação da própria vida, São Judas é considerado mártir. Seus restos mortais encontram-se na Basílica de São Pedro, em Roma.

São Judas Tadeu é também considerado o padroeiro dos funcionários públicos; e passou a ser invocado nas causas desesperadas e urgentes após Santa Gertrudes ter uma visão de Jesus, que a aconselhou “Invoque São Judas Tadeu nos casos mais desesperados”. Também Santa Brígida, quando estava rezando, viu Jesus, que lhe disse: “Invocai com grande confiança o meu apóstolo, Judas Tadeu. Prometo socorrer a todos quantos por seu intermédio a mim recorrerem”.