Colômbia: Igreja promove Maratona da Solidariedade

“Porque fé é ação!”. Este é o lema da campanha lançada pela Arquidiocese de Bogotá, que será realizada nos dias 6 e 7 de agosto, em favor da população mais vulnerável da sociedade. Cinturões de pobreza cercam as capitais latino-americanas e isso não é novidade, porém, a ajuda concreta aos grupos mais vulneráveis ​​da sociedade pode ser uma realidade que ultrapassa as fronteiras do discurso.

Neste contexto, a Arquidiocese de Bogotá, através da Oficina de Ação e Participação dos Fiéis, está convocando a primeira maratona beneficente, mexendo com o coração dos colombianos para arrecadar fundos e assim continuar apoiando seus trabalhos sociais, pastorais e educacionais que beneficiam mais que 3 milhões de pessoas.

“São 24 mil famílias, 27 mil migrantes e deslocados, 2.500 mulheres, 26 mil crianças e adolescentes, e 77 mil jovens e adultos que se beneficiam das diversas obras sociais da Igreja”, informa uma nota publicada no site do episcopado. Sem dúvida, a crise de saúde foi um dos principais fatores que levou a um aumento das desigualdades sofridas por aqueles que vivem, em Bogotá, especialmente a população mais vulnerável. Para ajudar a enfrentar estas dificuldades, a arquidiocese da capital está presente nos diferentes cantos da cidade, através de suas obras, especialmente naqueles lugares onde a pobreza é mais evidente.

O arcebispo de Bogotá, dom Luis José Rueda, novo presidente da Conferência Episcopal Colombiana, enviou uma mensagem de esperança e misericórdia, diante da fragilidade destes setores da sociedade, particularmente afetados pela pandemia.

“Não estávamos preparados, mas isso impactou a vida de nossos lares. É por isso que somos uma Igreja a serviço do desenvolvimento humano integral. Queremos ver a participação de Bogotá. Existem muitos rostos que chegam à cidade e queremos que ela seja uma casa que acolhe, que haja mãos e queremos contribuir com força e ser uma voz no meio das dificuldades”, escreve o arcebispo.

Com a campanha, a Arquidiocese de Bogotá pretende arrecadar 1 milhão de pesos para ajudar aqueles que se encontram em condições vulneráveis, especialmente crianças e jovens sem escolaridade e famílias sem alimentos nutritivos, sem sistemas de saúde, sem moradia, desempregados e migrantes, entre outros.

“Não é segredo para ninguém que Bogotá está passando por uma situação muito difícil, com muitas desigualdades sociais, e com a pandemia muitas pessoas caíram na pobreza, aumentando em mais de 10% e é por isso que pensando nelas, buscamos conseguir recursos.” Foi o que disse o diretor da Oficina de Ação e Participação dos Fiéis, Kenny Lavacude, convidando a contribuir generosamente.

A campanha será uma ocasião para que, através da oração, da Eucaristia, dos testemunhos dos fiéis e das entidades da Igreja, comunidades e paróquias, concertos musicais e convites de personagens da vida pública, se desperte a solidariedade dos fiéis e pessoas de bom coração para que se unam com suas contribuições.

Fonte: Vatican News Service – ATD (Sem assinatura)

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Assine nossa News

Seja o primeiro a receber nossas novidades!

Contatos

© Copyright Arquidiocese de São Salvador Bahia. Feito com por
© Copyright Arquidiocese de São Salvador Bahia. Feito com por