Dia 8 de junho: um minuto pela paz na Terra Santa e Mianmar

Rezar especialmente pela paz na Terra Santa, entre israelenses e palestinos, e por Mianmar e pelos muitos outros países do mundo que sofrem com conflitos e violência. Este é o objetivo da iniciativa de oração “Um Minuto pela Paz” que acontecerá novamente na terça-feira, 8 de junho, às 13h (8h horário de Brasília). Católicos, cristãos de diferentes confissões, crentes de muitas religiões, homens e mulheres de boa vontade são convidados a se unir para rezar e trabalhar pela paz em todo o mundo.

“Onde quer que você esteja, pare um minuto, incline sua cabeça e reze uma oração pela paz, cada um de acordo com sua própria tradição”. Esta é a frase que acompanha o cartaz promocional deste ano, que também lembra a frase do Papa Francisco na bênção Urbi et Orbi da Páscoa 2021: “No mundo, há ainda demasiadas guerras e violências! O Senhor, que é a nossa paz, nos ajude a vencer a mentalidade da guerra”.

“Uma Minuto pela Paz” é uma iniciativa do Fórum Internacional da Ação Católica (FIAC), a Ação Católica Italiana, a Ação Católica Argentina, a União Mundial de Organizações Católicas de Mulheres (WUCWO), a Comissão Nacional de Justiça e Paz (Argentina) e outros. Também para apoiar o encontro em prol da paz promovido pelo Papa Francisco em 8 de junho de 2014, nos jardins do Vaticano com o Presidente de Israel (Shimon Peres), o Presidente da Autoridade Palestina (Maḥmūd ʿAbbās – Abu Mazen), e com o Patriarca de Constantinopla (Bartolomeu I). Dois dias antes do evento, no dia 6 de junho, às 13h, foi realizado “Um minuto pela paz”, uma proposta simples, pessoal e comunitária que ressoou como um sinal de unidade e vontade de união fraterna no mundo. Desde então, todos os anos no aniversário da “Invocação pela Paz”, reza-se para que todos os povos e nações que sofrem com conflitos e violência possam viver em paz.

A iniciativa é dirigida a pessoas individualmente e grupos e pode se tornar uma ocasião para encontros nas proximidades do dia 8 de junho ou utilizando as redes e a mídia neste momento em que grande parte do mundo ainda está sob as restrições da pandemia. Além disso, cada pessoa deve simplesmente parar suas atividades diárias e dedicar um minuto para refletir, rezar e se comprometer, sozinha ou acompanhada, pela paz em todo o mundo.

Fonte: Vatican News

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp