Dom Murilo Krieger receberá o Título de Cidadão Baiano

O Arcebispo de Salvador e Primaz do Brasil, Dom Murilo Krieger, receberá o Título de Cidadão Baiano, concedido pela Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA), no dia 1º de setembro. A Sessão Especial, proposta pelo ex-deputado Yulo Oiticica e pelo deputado estadual Marcelino Galo, terá início às 9h, no plenário da Casa (Centro Administrativo da Bahia – CAB).

Nascido em Brusque, Santa Catarina, Dom Murilo Krieger tomou posse como Arcebispo de Salvador no dia 25 de março de 2011. Desde então, o Arcebispo tem desempenhado uma importante missão junto à Igreja Particular e à sociedade de modo geral. Nestes seis anos de pastoreio, Dom Murilo intercedeu pela restauração de templos importantes, como a matriz da paróquia Santíssimo Sacramento e Sant’Ana, em Nazaré, e a igreja de São Domingos, no Terreiro de Jesus, ambas entregues recentemente; a Catedral Basílica, também no Terreiro de Jesus; a igreja Santíssimo Sacramento do Paço, no Pelourinho; e o Palácio Arquiepiscopal, localizado na Praça da Sé, que abrigará o Centro de Referência da História da Igreja Católica no Brasil.

Dom Murilo intermediou momentos de tensão durante as duas greves da Polícia Militar da Bahia, em 2012 e em 2014, e também durante a greve dos professores, em 2012. Além disso, o Arcebispo foi inúmeras vezes ao encontro dos mais necessitados, fazendo o que lhe é próprio da missão. Como exemplo podemos lembrar da visita realizada às famílias desabrigadas pelas chuvas em abril de 2015, que perderam tudo, inclusive familiares e amigos, após o desabamento de uma encosta na localidade de Barro Branco. Foi também por meio de seu Arcebispo que a Arquidiocese de Salvador realizou a campanha SOS Massaranduba com o objetivo de ajudar, por meio da aquisição de móveis, as pessoas que tiveram os bens destruídos após um incêndio.

Durante o pastoreio na Arquidiocese de Salvador, Dom Murilo já ordenou 26 novos padres e 48 diáconos permanentes; empenhou-se para a aquisição da Rádio Alvorada, em Cruz das Almas, e para a construção do edifício que abriga a sua sede. O Arcebispo criou as paróquias Ascensão do Senhor (CAB), Nossa Senhora da Vitória (São Roque do Paraguaçu, Maragogipe), Santo Antônio de Portão (Lauro de Freitas), Santo Antônio (Geolândia, Cabaceiras do Paraguaçu), Quase paróquia São Tiago Maior (Boca da Mata), Quase Paróquia Espírito Santo (Tancredo Neves) e Quase paróquia Santo Agostinho (Lauro de Freitas). Também criou a primeira paróquia dedicada a São João Paulo II no mundo, que é a paróquia Nossa Senhora dos Alagados e São João Paulo II no bairro de Alagados.

Em âmbito internacional é membro da Fundação Populorum Progressio, órgão ligado ao Vaticano que procura contribuir para o desenvolvimento integral dos povos da América Latina, fazendo com que a Doutrina Social da Igreja encontre justa e oportuna aplicação. Em âmbito nacional é vice-presidente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB).