Sábado Santo: na Catedral Basílica, fiéis celebraram a vitória da vida sobre a morte

Cristo ressuscitou, aleluia! Com essa certeza, centenas de fiéis se reuniram na Catedral Basílica do Santíssimo Salvador no Sábado Santo – este ano em 30 de março -, a Noite das Noites, cume do Ano Litúrgico. A celebração foi presidida pelo Arcebispo de São Salvador da Bahia, Primaz do Brasil, Cardeal Dom Sergio da Rocha.

A Vigília Pascal, que teve início às 18h, foi dividida em quatro partes. A primeira delas foi a Liturgia do Fogo, com o acendimento do Círio Pascal, representando a luz que sustenta e mantém acesa a fé. No Círio estão as letras Alfa e Ômega, e o ano 2024, que mostra a atualidade do Mistério.Também no Círio Dom Sergio cravou cinco cravos, que representam as chagas de Cristo.

“Na noite da Vigília Pascal, nós temos a graça de celebrar a ressurreição de Jesus; nossa exultação, nosso canto, nosso aleluia, expressando o louvor a Jesus ressuscitado. Nós expressamos nossa fé no Senhor ressuscitado, a confiança nEle, a esperança nEle. A Páscoa também é vida, é vivência, e é claro que a fonte desta vivência são as celebrações, por isso que está sendo tão importante a participação dos fiéis no Tríduo Pascal”, disse o Cardeal.

No segundo momento, aconteceu a Liturgia da Palavra, percorrendo a história da salvação do Antigo ao Novo Testamento. Em seguida, os fiéis presentes, novamente com as velas acesas, renovaram as Promessas Batismais.

Nesta noite de celebração da vida sobre a morte, os fiéis também participaram da Liturgia Eucarística, quarta parte da Vigília Pascal. “Páscoa é para ser celebrada e vivida. É tempo de vida nova, vida nova que Jesus ressuscitado nos oferece. É tempo de paz, de esperança, de alegria. E eu desejo que todos tenham essa paz do Senhor ressuscitado, possam compartilhar essa paz com os irmãos e irmãs e contribuir para que ela aconteça sempre mais nas nossas famílias e no mundo de hoje”, afirmou o Cardeal.

Fotos: Sara Gomes